©2019 BY CHEFE DE PAPINHA. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

CHEFE DE PAPINHA É UMA MARCA REGISTRADA.

Como as crianças podem ajudar na cozinha

17.02.2018

 

Lugar de criança é na cozinha, sim senhor! 

 

Há muitas coisas que o seu filho pode fazer na cozinha para te ajudar, desde bem pequeno. A vantagem de envolvê-lo no processo de preparo das refeições é diminuir o "estranhamento" dele quando o prato de comida chega pronto. Afinal, ele vai saber o que está ali, como foi preparado e como o alimento se transformou.

 

As propagandas de comida pronta para criança batem na tecla de que você ganha "minutos de qualidade" com o seu filho ao somente aquecer um potinho congelado. Porém, você pode trazer o seu filho para a cozinha e preparar a refeição com ele ao seu lado - enquanto ele te ajuda ou mesmo enquanto brinca no chão perto de você - e ganhar muitos minutos a mais de interação. Com o benefício final de comer uma comida de verdade, caseira. Ou seja, situação ganha-ganha.

 

Tomando os devidos cuidados, que são simples, a criança pode ter livre acesso à cozinha e aprender o mundo mágico dos ingredientes, dos temperos; descobrir os aromas da cebola refogando, ver a transformação dos alimentos no prato final. É poético, mas é totalmente encaixável na vida real. 

 

Primeiro, vamos aos CUIDADOS:

 

- Deixe as facas longe do alcance da criança. As facas acabam fascinando a criança pela curiosidade natural que elas têm e a maioria não tem noção do perigo. Aos poucos você vai começando a liberar o uso de facas com a sua supervisão.

 

- Os cabos das panelas no fogão e com comida quente devem ficar sempre para dentro, ou para trás, para que a criança não consiga esbarrar ou mesmo puxar.

 

- Sempre que tirar uma panela do fogão, certifique-se de desligar o fogo primeiro antes de tirar a panela de cima.

 

- Avise a criança sobre os cuidados, por exemplo, alerte que o forno está quente e por isso ela deve ter cuidado ao passar perto. 

 

PARTICIPAÇÃO DA CRIANÇA NA COZINHA POR IDADE (as ações foram pensadas com base na minha experiência com a minha filha e também com as aulas de culinária para crianças):

 

- 6 meses a 1 ano: Enquanto você está na cozinha preparando a refeição ou a fruta, seu filho pode ficar no cadeirão brincando ou explorando alguns dos ingredientes - dê um ramo de brócolis cozido na mão dele ou uma fruta. 

 

 

- 1 ano a 1 ano e meio: Seu filho pode ficar no chão, brincando de batucar com a colher em potes plásticos enquanto você cozinha (sim, vai fazer bagunça, mas lembre-se que a ideia também é te ajudar a ter o tempo para preparar a comida). A criança nessa idade já consegue ajudar a colocar ingredientes em tigelas. Convide-a para preparar um hambúrguer e deixe-a colocar a cenoura ralada e as folhas de salsinha. Eles também adoram apertar botões, então deixe para ele a missão de apertar o botão do liquidificador, do processador, da batedeira. Leve seu filho à feira ou ao mercado e mostre os alimentos para ele, falando o nome dos itens.

 

 

- De 2 a 3 anos: A criança tem capacidade de te ajudar a preparar salada, lavando cada um dos ingredientes. Nesta idade, a criança consegue rasgar as folhas para montar o prato de salada e consegue misturar itens numa tigela. Ou seja, já pode chamar o seu filho para mexer o bolo, misturar um molho, uma massa líquida de torta. Eles também conseguem trabalhar a coordenação motora fina e montar espetinhos ou ajudar a separar grãos de feijão. A criança pode ainda ajudar a montar a mesa, colocando os itens que não quebram, como guardanapos, o prato, copo e talheres dela, os descansos de panela. Na feira ou no supermercado, seu filho pode te ajudar a escolher os ingredientes e colocá-los na sacola ou carrinho.

 

 

- De 3 a 5 anos: A criança tem capacidade de amassar itens com garfo como frutas macias, queijos. A criança consegue usar rolo de macarrão para esticar massas; cortadores para biscoitos e frutas; consegue preparar um bolo sozinha, inclusive pegando os ingredientes com ajuda de medidores e consegue usar as mãos para mesclar ingredientes, podendo preparar sozinha hambúrguer, nuggets, bolinhos de legumes. A criança pode também usar a colher para cavar legumes e preparar receitas como batata, abobrinha ou tomate recheado. Eles também já conseguem preparar sucos usando liquidificador ou espremedor de frutas. Na organização, a criança pode te ajudar a por a mesa e começar a ajudar na lavagem dos itens de plástico ou metal da louça, e passar um pano úmido sobre a mesa ao final da refeição.

 

 

- De 5 a 7 anos: As crianças já conseguem fazer quase tudo e podem começar a ser convidadas a preparar pratos mais elaborados, como fazer massa de pizza, pão, macarrão caseiro. Elas amam sovar massa! Com a sua ajuda, podem começar a usar facas pequenas para cortar frutas e legumes cozidos; usar o descascador e o ralador, sempre explicando como proteger as mãos e com o seu auxílio, para que não se cortem. Seu filho também já pode colocar um banquinho ao seu lado e ficar próximo ao fogão para observar como você prepara a refeição. Coloque uma luva de cozinha na mão dele (para proteger mão e punho) e deixe que ele mexa um pouco na colher para refogar os ingredientes. Nesta idade, seu filho já pode aprender a virar panqueca na frigideira - e sem jogar no teto como o Papai Pig!

 

 

- A partir dos 7 anos: Aqui, o limite do aprendizado vai depender mais do interesse do seu filho, que deve ser respeitado. Com supervisão, seu filho pode começar a preparar arroz e outras receitas na panela. Já pode montar tortas - precisando da sua ajuda para colocar no forno por causa do peso e do calor -; consegue pegar sozinho os ingredientes e preparar um bolo; consegue cortar ingredientes. O tamanho da faca ainda pode ser pequeno e você deve ficar SEMPRE de olho. Ele também tem mais habilidade para usar descascador e ralador. Seu filho já consegue lavar a louça e colocar toda a mesa. 

 

 

- Depois dos 11 anos: Muitas crianças nessa idade conseguem preparar toda a refeição e se ele gostar da cozinha, vale a pena incentivá-lo, ajudá-lo, e valorizar que aquele "banquete" foi feito pela criança. Aqui, o que vai mandar mesmo é o interesse dele. Se o seu filho gostar de cozinha e quiser ser um chef no futuro, com 11 anos ele já consegue fazer praticamente tudo, inclusive usar facas maiores.

 

Aí estão algumas das habilidades que você pode começar a explorar no seu filho. Algumas crianças conseguem fazer ainda mais coisas, de acordo com a proximidade e intimidade que elas criam na cozinha. Por isso, incentive sempre! Não é toda criança que vai amar ser cozinheira, mas é importante que elas aprendam o beabá para o dia a dia. Saber se virar na cozinha é um aprendizado essencial para todo mundo.

 

A vantagem de iniciar esse aprendizado na infância, além das já listadas no início do texto, é que as crianças são muito observadoras, gostam de acompanhar cada etapa, aprendem por imitação e assimilam bem. Elas podem ser mais bagunçadas ou desorganizadas, mas na verdade, é porque elas ficam tão empolgadas que querem fazer tudo ao mesmo tempo.

 

Agora, é só chamar o seu filho para colocar a mão na massa!

Please reload

Nossos Posts Recentes

Please reload

Categorias

Please reload

Nosso Insta @chefedepapinha